Blog

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

19292 bglinkedin 01

por Miguel Nisembaum

É bastante óbvio que a colaboração é um elemento fundamental para construir equipes de alta performance.

Colaboração é o Santo Graal, o Elixir da Longa vida, a cereja do bolo de uma cultura organizacional saudável e resiliente.

Gosto muito desta definição do Hank Rubin - “Colaboração é uma relação intencional em que todas as partes estrategicamente escolhem cooperar a fim de alcançar um resultado partilhado".

O grande desafio está no fato que colaboração é algo que é construído coletivamente e que exige constância.

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

grand piano drawing blackboard music 1379 521

por Miguel Nisembaum

Será que as dicas de um dos maiores pianistas de Jazz para tocar em um Grupo se aplicam as equipes nas empresas. Na minha opinião COMPLETAMENTE!

Estes 16 tópicos desenvolvidos pelo Chick Corea se aplicam perfeitamente ao trabalho em equipe, e em tempos de Agile, nada mais horizontal e colaborativo que um grupo de jazz.

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

hipotentialartigo

por Miguel Nisembaum

Um estudo recente feito pela corporate research fórum com players globais indicou que 53% dos gestores de rh tem alguma insatisfação com seus programas de high-potential e seu pipeline de sucessão.

O mesmo estudo indicou que 73% dos high-potential vem de uma única avaliação e indicação direta do líder. Ou seja, mesmo com ferramentas e metodologias sofisticadas de medição, ainda imperam aspectos políticos e subjetivos. 

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

artigoHugoDesenvolva

por Hugo Nisembaum

Só um terço das pessoas conseguem identificar os seus talentos (Hill,2001) e mais assustador ainda é que só 17% afirma usar seus talentos a maior parte do dia-a-dia. (Buckingham 2007).

Aqui é importante ressaltar que talentos não são dons especiais são capacidades naturais que TODOS temos e podemos aplicar de maneira produtiva.

Esta definição da Psicologia Positiva e Neurociência sobre Talentos é bastante ampla:

A capacidade de sentir, pensar e comportar-se, promovendo um ótimo funcionamento da pessoa com resultados de valor.

Quando aplicamos nossos talentos sentimos satisfação, não vemos o tempo passar e não vemos a hora de aplicá-los novamente.

Identificar nossas capacidades é fundamental tanto pessoalmente como para times e organizações.

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

matches burnout

por Hugo Nisembaum e Miguel Nisembaum

A OMS recentemente incluiu o burnout na classificação internacional de doenças, ou seja, a síndrome fica entre as enfermidades e estatísticas de saúde que serão prevalentes nos próximos anos.

A síndrome é descrita como "uma síndrome resultante de um estresse crônico no trabalho que não foi administrado com êxito" e é caracterizada por três elementos “sensação de esgotamento, cinismo ou sentimentos negativos relacionados ao seu trabalho e eficácia profissional reduzida”

Para quem gosta de números é um prato cheio e existe uma séria de pesquisas com indicadores diretos e indiretos do impacto do burnout, seguem alguns dados interessantes.

Segundo a ISMA-BR (International Stress Management Association) 33 milhões de brasileiros são afetados de alguma forma pela síndrome.

A mesma associação estimou que a falta de produtividade causada pela exaustão gera um prejuízo de 3,5% ao PIB.