Blog

Cultivando o otimismo realista e cultura de abundância nas empresas.

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Carrot

por Miguel Nisembaum

Você já deve ter lido ou visto o famoso clichê que apresenta os ideogramas em chinês que significam crise e oportunidade.

Aqui estão os ideogramas caso você não conheça.

crisistqm

É normal irmos aos extremos e não enxergar os dois elementos de forma simultânea. Ou somos extremamente otimistas, ou extremamente pessimistas.

Uma visão muito positiva ou muito negativa em geral é distorcida.

Enxergar o potencial além ou aquém (pessoal, da equipe, do negócio, do mercado), pode fazer com que eu dê um passo maior que a perna ou coloque o pé no freio de maneira indiscriminada.

Otimismo realista é quando conseguimos equilibrar os desafios propostos com nosso potencial.

Organizações que conseguem equilibrar otimismo realista com uma cultura de abundância tem mais chances de sobreviver e prosperar mesmo em tempos difíceis.

O otimismo é um aspecto individual que pode ser treinado.

Uma cultura de abundância geralmente é caracterizada pela soma de aspectos positivos que energizam a organização, práticas virtuosas, capacidade de aprender e adaptar-se, clareza de significado, propósito e valores.

A cultura é o terreno fértil onde as visões otimistas podem ser geradas e mantidas. Ou seja se queremos ter mais gente engajada e otimista, criar uma cultura de abundancia é fundamental.

A mudança de cultura não acontece na superfície. Geralmente as missões e visões trazem consigo valores e propósitos éticos e prósperos que não se traduzem no dia a dia.

É preciso trazer significado a outros 3 aspectos: normas, artefatos, e comportamentos.

Normas - como fazemos, quais são as regras do jogo.

Artefatos – Ambientes, identidade visual, logo, aspectos observáveis que compõem nossa identidade.

Comportamentos – Nossa atuação no relacionamento entre equipes, fornecedores e clientes.

A desconexão entre estes 3 elementos e os propósitos e valores muitas vezes vem da falta de significado.

Significado nada mais é como nos conectamos com os propósitos e valores no dia a dia. Ou seja saber o porquê das normas, artefatos e comportamentos.

Elementos para trabalhar otimismo nas equipes e indivíduos:

Conheça seu potencial - Como? - Através de processos de assessment, coaching e mentoring.

Proponha uma análise- Onde o seu potencial pode contribuir aos desafios da empresa. Como? – Projetos multidisciplinares, alinhamento de interesses e oportunidades na empresa, revisão dos seus processos para melhor aproveitar seus pontos fortes, energia e atenção.

Elementos para construir uma cultura de abundância:

Uma mudança de cultura nem sempre é fácil mas cabe ao líder independente de seu estilo trabalhar quatro aspectos.

1-    Criando prontidão para a mudança:

a.    Alinhe as metas e expectativas (da empresa, dos colaboradores, dos clientes).

b.    Reformule a linguagem. É diferente ser a melhor empresa do mundo do que ser a melhor empresa para o mundo.

2-    Vencendo a resistência:

a.    Reduza as forças de resistência. Envolva os outros, encontre áreas de convergência, identifique o que não irá mudar.

b.    Aumente as forças de mudança. Identifique os benefícios de mudar, forme grupos e encontre “campeões” da ideia, estabeleça e demonstre os valores centrais da mudança.

3-    Crie uma visão de abundancia:

a.    Some razão e emoção – os dois lados do cérebro trabalham juntos. Se é a razão que contribui com os argumentos de mudança é a emoção que move e entusiasma.

b.    Torne a mudança interessante, se apoie em imagens, e iniciativas que inspiram.

4-    Gere comprometimento:

a.    Seja o exemplo da mudança que quer promover.

b.    Identifique e reconheça as pequenas vitórias e conquistas obtidas por cada um.

5-    Promova sustentabilidade da cultura:

a.    Estabeleça métricas, pontos centrais a atingir. Você não sustenta a mudança se não estabelecer indicadores ou etapas que permitam a cada um observar e sentir o progresso.

b.    Storytelling - Utilize histórias e experiências de equipes e indivíduos que refletem os valores e virtudes almejados na nova cultura.

c.    Apoio Social – Gere condições, ambiente e clima para que as pessoas se integrem, se sintam parte e busquem consenso.

d.    Desenvolva os líderes para que trabalhem, significado, comunicação, clima, e relacionamentos positivos.

Um cenário incerto se apresenta, mas sempre existem ferramentas e iniciativas que contribuem para que possamos nos manter e prosperar fazendo aquilo que contribui a sociedade, ao mercado e que nos apaixona.